XERIFE POR UM DIA

Vejo a IVI e ouço o RW falando em “Texas”, e inevitavelmente lembro daqueles filmes de faroeste ( far west , longínquo oeste ou algo assim), em que o vilão é quase imbatível. Tudo se resolve na bala, mas o bacana é duro de matar mesmo. Coisas desses filmes mágicos de uma época que não voltará. Assim como jamais voltará a velha imprensa.
Pergunto:
Como parar a IVI?
Começo a acreditar que nós Gremistas vivemos em um universo paralelo.
A eles não basta esculhambar o Grêmio nas ruins…eles buscam crise nas boas!
Como conseguem achar pauta negativa em tudo?
Pequenos detalhes comprovam. Quando os 🅱 faziam 3×0 (faz tempo, mas aconteceu já), eles “golearam o adversário, exibindo futebol consistente”. No programa aquele do meio-dia de hoje, o “Grêmio, que venceu na Arena, de goleada inclusive”.
Tons diferentes…não, paranoia.
A crise do momento é a dos goleiros. Agora o Grêmio vai afundar porque trouxe um “bom reserva apenas” pra vaga de Grohe. Um gol sofrido em 4 jogos. O “reserva” sequer foi testado, pois o adversário em questão mal cruzou a linha que divide a cancha.
Aí um analista de arbitragem erra, teima no erro mesmo após a confissão do algoz, dá letrinha nas redes sociais, silencia após horas e páginas inteiras de vergonhas passadas…e fica tudo bem, como sempre. Cursado em arbitragem…baita estofo!
Há ainda Pedro Legado, o monstro (literalmente) que se contradiz vergonhosamente nos casos Bolaños/Narizinho. Os áudios estão rodando o mundo, é só dar uma pesquisada.
Venderam 72 vezes Luan.
Venderam 165 vezes Éverton.
Venderam 53 vezes Geromel.
Negociaram 39 vezes Kannemann.
Trouxeram Ganso por um milhão por mês durante 3 temporadas.
Até a estátua do Renato já deve ter sido vendida debaixo dos panos, sem nosso conhecimento.
A Ipiranga fede a salmão podre. Recebem tantos que não dão conta de saborear.
Como deter a IVI? Os caras são como massa de bolo, mais que se sova, mais crescem!
Na terra sem leis IVIsta, qualquer vivente que acorde pela manhã e adentre o quartel-general com uma crise pronta, é sério candidato a xerife por um dia.
Como alento, ao final de cada um dos filmes de far west que assisti, o vilão morre, muitas vezes por sua própria arma. Mas há tanto xerife dentro da IVI que prefiro não aposentar minha garrucha. Só por precaução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.