VALE POR DUAS

Vamos buscar o que nos tiraram ano passado

Esse poderia ser o ano do Flamengo.
Tinha tudo para ser finalista.
(Ok, ainda tem – escrever antes do jogo tem suas desvantagens).
O grande problema pra eles é que ano passado era para ser o nosso segundo ano. Em sequência.
Porque a gente trabalhou pra isso.
Num dos maiores roubos da história do futebol, levaram nossa vaga para a final.
Que dor ainda temos.

Vencer o flamengo hoje e ir à final contra o River é reparação histórica. Não podem nos tirar esse direito.
Está em jogo duas semifinais.
A do ano passado e a deste ano.

Não tem nada a ver com o Flamengo.
Tem a ver com a gente.
Que ama essa copa.
Que aprendeu a jogar essa copa.
Que é obcecado por Libertar a América.

Depois de tudo que passamos nos 15 anos inglórios, e de tantas críticas e injustiças nos últimos dois, a gente merece ir pra final.
Não há sentimento mais frustrante que saber que podemos vencer, que aquele lugar deve ser nosso e não se concretizar.

Esse time não bate na trave.
Ele vence.
E só isso que espero hoje.
Do jeito que for.
Jogando feio, gol chorado, sem querer, qualquer coisa.
Mas vencer.

Qualquer time já teria entregado a toalha.
A gente não.
Esse dna não é nosso.
A gente acredita até o final.
A gente pode enquanto tem jogo rolando.
Podem não ter muitas esperanças (outros torcedores claro), mas duvidar do Grêmio? NENHUMA pessoa desse país ousa isso.
E que puta orgulho torcer por um time assim.

A gente não ia passar pra fase de grupos, alguns disseram.
A gente não reverteria contra o Palmeiras, outros disseram.
A gente não elimina o Flamengo, estão dizendo.
Amanhã a gente vê.

Uma coisa é certa, esse time de 2019 é diferente dos outros.
Não é avassalador como o de 2017.
Não joga bonito como o de 2018.
É diferente.
Ele chega quando quer.
E hoje, torço para que eles queiram.

Se eles quiserem, meus amores, ah se eles quiserem…

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: