TROQUEMOS UM MAU HÁBITO POR UM BOM HÁBITO

Cebolinha foi sacado ao final do primeiro tempo na semi contra a Argentina, e a torcida do Grêmio ficou revoltada.

A torcida do Brasil todo não aceitou muito bem a decisão do Adenor. Apesar dos pesares, o Brasil fez uma boa partida e passou pela Argentina, mesmo sem grande contribuição do nosso menino prodígio.

O problema é que bastaram 45 minutos com pouca participação e já estão criando a Crise da Cebola. Mas que diabos!

O que se sabe é que o Cebolinha era, se não é, o maior nome da seleção até então. E isso não se consegue ao acaso. Não tem nada de acaso nisso. Tem é BOLA, muita bola do Everton. Craque, ninguém nega isso.

Porém, a vontade de criar notícia e gerar repercussão ultrapassa tudo. E aqui incluo também as notícias sobre a sua possível saída nessa janela de transferências.

Nesse cenário, surgiu a entrevista com o Gilmar Veloz, empresário do Cebolinha. Nem sei se podemos chamar de entrevista. Foi basicamente uma série de respostas à perguntas muito mal intencionadas, na minha opinião.

Gilmar, resumidamente, disse que não há qualquer proposta até o momento. Que o City, por seus motivos, se encontra em um momento que inviabiliza a contratação de alguém como o Cebolinha. E que no momento que vier uma proposta, ela irá direto para o presidente Romildo.

O mais importante foi a parte em que ele fala:

“É preciso ter cuidado, senão parece que ele está indo embora. O Everton tem de voltar para jogar aqui. E se acontece qualquer coisa, vão dizer que o guri não está com a cabeça no clube. Tem de ter cuidado para não fazer teses em cima de especulações.”

Pô, está certíssimo. A gente tem esse péssimo costume de ficar especulando que um jogador que está para ser negociado ou que volta da seleção “não está com a cabeça no clube”.

Isso é um baita desserviço ao Grêmio e principalmente ao jogador. Vamos cuidar, como gremistas, para não cometermos essa injustiça. Não só com o Cebolinha, mas com todos os outros casos, que são até bem comuns.

E só são comuns porque temos feito um excelente trabalho na base. Parabéns aos profissionais da base do Grêmio. Estão arrebentando.

Criemos o bom hábito de elogiar o que deve ser elogiado, e jogarmos a favor daqueles que fizeram muito por nós. Larguemos o mau hábito de especular por especular.

Afinal de contas, queremos todos o bem do nosso Grêmio.

É o Grêmio e não adianta. Abração, Cisco.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio DVG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.