OS MIMADOS QUE NÃO SABIAM PERDER

Tem dia que tudo parece lindo, né? Ainda mais quando tu acorda com aquele sorriso, dá uma checada no teu whatsapp e os grupos tão ali ainda pipocando meme pra tudo que é lado… Coisa mais linda.

Há duas semanas escrevi uma coluna de título “OS DESAFIOS DE VENCER E PERDER”.

Nesse texto, como bem resume o título, discorri sobre a importância de saber ganhar e também de saber perder.

Afinal, ninguém ganha tudo na vida e isso eu aprendi com a minha mãe quando era apenas um cisquinho que corria entre os bambus. Bambu?

Pois bem. Tem gente que não sabe perder né? Faz fiasco, choradeira… aliás, o bairro Menino Deus ontem tava que nem festa de criança: bico, balão, choradeira… e quando tudo acaba parece que passou um Furacão. Tinha até o Cirilo fazendo Carrossel!

E olha que nem estou falando que a torcida deles seja assim por essência. Existem sim torcedores deles muito civilizados. Mas então quem são os responsáveis?

Parece-me muito claro que os verdadeiros responsáveis por toda a quebradeira, depredação e indignação de ontem são os dirigentes do clube. São eles os que dão o exemplo de não aceitar uma derrota, de chorar, espernear, recorrer e enganar.

Os jogadores seguem o exemplo e mais uma vez não ficam para a premiação do título. Não recebem as medalhas, mas aposto que a premiação do vice eles querem. Civilidade zero. A torcida vê o exemplo e segue, numa triste sintonia…e aí acaba com o chiqueiro queimado mais uma vez. Cenas lamentáveis!

Serão todos lembrados como os mimados que não sabiam perder.

Saber perder é extremamente importante: mostra maturidade, caráter, valores. Tem gente que precisa aprender. E urgente.

Ainda sobre meu texto acima mencionado… no final dele eu escrevi: “… assim como o futebol me dá muitas alegrias, preciso entender que às vezes me dará tristezas. E que tá tudo certo. Logo estaremos comemorando novamente.”

Eu só não sabia que seria TÃO logo.

Tá, e o que temos pra HOJE?

Pra hoje temos o nosso Grêmio na semifinal da Libertadores e cada vez se achando mais em campo. Merecidamente entre os 4 da América.

Vamos ter que brigar contra o galáctico Flamengo, sim… Mas somos o Grêmio. Por mais que falem muito por aí, tenho certeza que não há sequer uma pessoa que conheça o futebol sul-americano e duvide que o Grêmio possa passar para a Final em Santiago.

Imagina o pavor dos moranguinhos.

Ah, e o Bambu?

É o Grêmio e não adianta. Abração, Cisco.

Um comentário em “OS MIMADOS QUE NÃO SABIAM PERDER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: