OS 23 DE OUTUBRO

Torcer por quem sábado? Ou melhor: tem como torcer?

Os últimos dois 23 de outubro ligam os dois times da final da Libertadores deste sábado ao Grêmio. Duas semifinais que nunca esquecerei.

No dia 23 de outubro de 2018 eu estava em Buenos Aires. Ainda vejo as fotos e vídeos de vez em quando. Que festa! Nossa torcida tomando conta de Puerto Madero, churrascada, trago, alento… Como sempre.

Em campo, encaramos o River e ainda vencemos, 1a0 com gol de cabeça do hoje tão contestado (e com razão) Michel. Saí do Monumental de Núñez com um sentimento incrível de poder em breve estar na segunda final de Libertadores em dois anos seguidos.

Sobre como isso acabou prefiro nem falar agora. Foi doloroso demais.

No dia 23 de outubro de 2019 eu estava no Rio de Janeiro. Ainda vejo fotos e vídeos de vez em quando. Que festa! Nossa torcida tomando conta da praia da Barra, churrascada, trago, alento… como sempre.

Em campo, fomos surrados pelo Flamengo. 5a0. E não vou mais falar disso também. Foi doloroso? Eu diria que está mais pra vergonhoso.

E agora o destino colocou esses dois na final da Libertadores. Os dois times que atualmente me dão mais ânsia. Nosso ex-rival tem sido fichinha nos últimos anos. Flamengo e River estão entalados na garganta.

Torcer por quem, meu senhor? Como disse o Delfos: “escolha de sofia”. Esses dois anos me deixaram com mais “raiva” do River, por tudo que rolou. O Flamengo nos ganhou (triturou) na bola, mereceu.

Torço pelo Flamengo, então? Certamente que não.

O lado bom é que um deles vai perder. E o tombo maior seria o do Flamengo, time mais badalado pela mídia dos últimos 500 anos. E é com esse pensamento que finalmente desço do muro: prefiro o tombo da urubuzada.

No 23 de outubro de 2020 dos meus sonhos o Grêmio conquista a vaga na final em cima do Flamengo e depois é campeão pisando no River e na CONMEBOL.

É o Grêmio e não adianta. Abração, Cisco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.