NOTAS RÁPIDAS SOBRE UM JOGO FRUSTRANTE

Vamos lá…
  • A chave do jogo de ontem foi dada por Abel Braga na coletiva: a obrigação de atacar era do Grêmio, ele estava na dele. Pior que é isso mesmo. Se retrancar é parte do jogo, futebol não é basquete ou vôlei, aonde o time é obrigado a atacar para fazer pontos. Também não é boxe, aonde o juiz pune quem foge da luta.
  • Mas isso não quer dizer que a torcida deve fazer terra arrasada. Não foi um jogo trágico. O time atacou, chutou a gol, esteve na frente o tempo inteiro. Como acontece de vez em quando a bola não entrou. Não foi um daqueles jogos que o time não teve chance.
  • O gramado tá ruim demais… ótimo para quem se defende, péssimo para quem tem que propor jogo e tentar o gol… como nós.
  • Quando os juízes vão coibir a violência adversária contra o Grêmio? Antes era apenas Luan o caçado em campo, agora Cebolinha entrou para o clube. E o juizão vê as faltas repetidas e não dá nada… parece ter caído naquela esparrela dos colorados, que os adversários gremistas eram sempre expulsos… se baixarem a ripa tem que ser enviados para o chuveiro mesmo.
  • Não dá prá entender quem reclama de Luan. Ele tenta, tenta, apanha… e segue tentando. Se erra mais que os outros é porque se arrisca mais também.
  • Bressan é esforçado, bem intencionado… mas as três chances do pó de arroz foram em besteiras dele.
  • Madson pode ser nosso titular da lateral direita… mas vai ter que entender como o time funciona. Mesma coisa para André
  • Essa parada da Copa vai ser uma benção para o time. Todo mundo tá cansado, prestes a estourar. As lesões são um sintoma disso.
  • E o Galhardo colorado vai pular da barca mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: