É HOJE!

Semifinal da Copa que é a nossa cara.
Um adversário conhecido. Nos últimos 4 anos, é a terceira vez que encontramos com o “Athlhethico” no meio do caminho.

Um 2016 com penais traumáticos, 2017 um baita resultado, fora o baile.
E hoje, o que nos reserva?

Em breve saberemos a história do jogo. O que a gente sabe de cor é a história do Grêmio nessa Copa amada.

O que eu espero do Grêmio hoje?
Que seja forte, aguerrido e bravo.
Que se a técnica e o jogo bonito não estão entrando em campo, que entre a bravura, a vontade, o coração. Porque isso também é Grêmio. E nós sabemos que quando o tricolor quer, ele consegue. E sei que ele quer.

Precisamos calar a boca dos especialistas que nos colocam para baixo, calar os cornetas que duvidam do potencial, calar as pessoas que não enxergam quanto trabalho e dedicação tem no clube para conquistarmos títulos.

E mais do que calar, precisamos soltar a voz do apoio, gritar aos quatro ventos o quanto somos de Grêmio e amamos ser. Berrar para a bola entrar. E depois comemorar com a voz rouca.

Só te peço que sejas Grêmio.
Copeiro e Imortal.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: