BEM ANTES DO DESPERTADOR

“É uma manhã de primavera como outra qualquer
O sol adentra o quarto como quem nada quer
E os passarinhos me acordaram como sempre
Bem antes do despertador

Estou feliz também porque meu time venceu
O tempo tá firme, antes também choveu
Nada parece diferente realmente
Nada fora da curva….”

Não é só uma composição de um poeta fracassado. É um prenúncio. Esse é o prefácio de uma composição dos tempos de “15 anos”.

Um misto escaldante de sentimentos que vai desembocar em um Maracanã de público recorde no ano…público digno de um confronto que coloca frente a frente os dois maiores clubes do país. Um por tamanho de torcida, outro por grandeza de façanhas.

Flamengo x Grêmio nunca será só mais um jogo, nunca valerá apenas uma vaga. Eternamente colocará frente a frente esquadrões similares à aliança Áustria/Inglaterra contra o exército Francês de Napoleão. Se a História será contada da mesma maneira, só os astros sabem dizer.

Mas por aqui estaremos na fé da composição, que se encerra com “os passarinhos vão me acordar como sempre…bem antes do despertador”.

E Benzadeus, com a tão desejada vaga a uma Final, que por conseguinte levará o River Plate de volta ao seu lugar…o vice que não veio em 2018. Embora no longínquo Chile, com um fuso similar ao nosso.

O Tetra vem pelas cordilheiras…e vem bem antes do despertador.

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.