A ABERTURA E O ENCERRAMENTO DA RETROSPECTIVA 2018

Foi uma grande honra estar com vocês no programa de Retrospectiva do Grêmio em 2018.

Para isso, preparei dois textos, um de abertura e um de encerramento. Muitas pessoas pediram ao Hospício Tricolor que o disponibilizasse e assim o faço agora. Escrevi um texto de coisas que me vão à alma.

ABERTURA DO PROGRAMA DE 06 DE DEZEMBRO DE 2018

Quando, em 15 de Setembro de 1903, os trinta e dois pioneiros reunidos no Salão Grau daquele hotel da Rua 15 de Novembro, em Porto Alegre, iniciaram as discussões que culminariam com a fundação do Grêmio naquela tarde, não poderiam imaginar que estavam dando o pontapé inicial na maior, mais gloriosa, linda, inigualável e fantástica história do futebol mundial. Com efeito, o Grêmio foi e é um clube pioneiro, inclusivo, democrático e o único no Rio Grande do Sul que pode bater no peito e exclamar aos quatro ventos: sou o clube de todos os gaúchos, de todas as pessoas.

Se o Grêmio tivesse um rosto, ele seria o de todos e o de cada um de nós, de vez que nós gremistas, partes indissociáveis, somos sua gênese e, ao mesmo tempo, o Grêmio é nossa Alma Mater. O Grêmio é gigante e infinito porque faz parte de nós e a todos acolhe sem distinção. O Grêmio é o clube dos porto-alegrenses, dos gaudérios das coxias de Bagé, dos colonos da Serra e dos missioneiros; dos estancieiros e dos peões, dos gaúchos e de qualquer brasileiro, dos brasileiros e de todos os estrangeiros.

Por isso estamos aqui hoje: o Grêmio de Todos desperta paixões inexplicáveis e avassaladoras, sacrifícios imortalizados no Hino e ídolos eternos que atravessam gerações. Por isso estamos aqui hoje, para contar-lhes e partilhar as glórias de 2018, os bons e os não tão bons momentos porque, afinal, é nosso dever levar esse orgulho e defender esse privilégio de sermos gremistas em qualquer lugar do planeta, a todo tempo e em qualquer lugar. Sim, meus amigos, ser gremista é um privilégio. Ser gremista é uma honra que nunca queremos deixar de sentir e que transmitiremos às futuras gerações. Sempre, de alma Tricolor e imortal, pelo e para o Grêmio. Exagero? Não. Loucura? Sim! Porque nós aqui do Hospício Tricolor somos loucos… pelo Grêmio.

O ENCERRAMENTO DO PROGRAMA DE 06 DE DEZEMBRO DE 2018

O Grêmio de Todos desperta paixões inexplicáveis e avassaladoras. Não há gremista que não tenha uma história de abnegação ou sacrifício pelo Grêmio. Não há gremista que não tenha apoiado o clube nos momentos de necessidade e não tenha ficado eufórico e imortalmente feliz nas glórias… Partidas inesquecíveis, cada gremista tem as suas. Tem aquelas que prefere. Pouco espaço há aqui para listá-las todas e se ousássemos fazê-lo, cometeríamos certamente uma injustiça, pois tantas há que terminaríamos por esquecer uma…

Uma das maneiras de honrarmos e celebrarmos o Grêmio, é continuarmos a apoiar nosso clube, é sentirmos a grandeza de nosso tempo e de nosso Tricolor Imortal, é vivermos plenamente a alegria, a honra e o privilégio de sermos gremistas.

Parabéns por 2018, Grêmio. Parabéns, Gremistas. Parabéns, Rio Grande do Sul. Parabéns, Brasil. Parabéns, América. Porque o time glorioso, campeão do Rio Grande do Sul, do Brasil e da América é o nosso Grêmio.  Muitos anos ainda virão, com suas vitórias, alegrias, angústias, incertezas, euforias, virtudes e, principalmente, títulos. Afinal, Grêmio Imortal, levamos a ti no sangue azul, preto e branco que nos corre nas veias, és nossa alma tricolor e, assim, por seres eterno, tu, Grêmio, nesse imenso Universo Tricolor, faz-nos igualmente perenes. Obrigado, Grêmio. Tuas glórias são as nossas glórias e a tua grandeza traz a nossa felicidade. Exagero? De novo, não. Loucura? Certamente que sim. Eis que aqui, somos Loucos… pelo Grêmio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: