17 DE SETEMBRO – GEROMEL COM “J” E A VOLTA DO VIDEOGAME

O dia 17 de setembro entra pra história do maior do Sul. Um dos maiores e mais vitoriosos zagueiros que por aqui passou, o já lendário Pedro Tonon Geromel, imortalizou-se na Calçada da Fama do Grêmio.

Caio em risos sempre que recordo do dia de seu anúncio oficial. Larguei num grupo de whatsapp que administro: “É oficial: Grêmio acaba de anunciar o zagueiro Pedro Jeromel, que estava atuando há anos na Alemanha”. Sim, “Jeromel”, com “J”. Aliás, sequer sabia se era brasileiro esse vivente. O que veio a seguir é o que todos vimos e continuaremos vendo: um multicampeão jogador de Copa do Mundo, que sequer cogita a possibilidade de sair do Grêmio antes da aposentadoria. Méritos totais pra ele e pro presidente-mito Romildo Bolzan Jr.

Aliás, Romildo esse que foi, em um ato que mistura fiasco com desespero, sabatinado por um programa medíocre de um canal de TV que prefiro não citar, de forma covarde, em meio aos seus compromissos profissionais, atacado por perguntas tendenciosas e maliciosas durante quase meia hora. Defendeu-se como pôde, e findada a sabatina/teatro, o tal “programa de debates” alongou-se por mais meia hora buscando justificar o injustificável e catando exemplos contrários atacando a instituição Grêmio Foot-Ball Porto-Alegrense. Tudo isso numa tentativa inútil de impor a nós, detentores de QI mediano pra cima, que não há soberba nenhuma do Flamengo diante da decisão de 180 minutos na Libertadores. Acusam a “torcida”. Ah, tá. Pesquisa seletiva.

Isso provocou não apenas a mim, mas à imensa maioria dos Gremistas, um misto de repulsa, ira e pena.
No mesmo dia em que um dos maiores zagueiros da nossa História foi eternizado na calçada da fama (em tempo, juntamente com Loivo, empatado com Renato em gols pelo Grêmio), tive a missão desgraçada de presenciar uma miserável armação com requintes de falta de vergonha na cara, provinda de uma da únicas emissoras que ainda acompanhava e destinava algum respeito. Sem citar nomes, fui aos poucos largando desses canais que só buscam o mal da instituição Grêmio, e que nos esbofeteiam sem anestesia afirmando que tudo é paranoia nossa, jogando o resto do país contra nós.

17 de setembro, um dia emblemático. O dia em que resolvi que em meu intervalo do almoço voltarei a jogar videogame. E o dia que imortalizou Pedro Geromel. Geromel, com “G”. “G” de Geromito, de Geromonstro, de Gerodeus. “G” de grandioso. “G” de GRÊMIO!
Pra alegria da maior torcida do Sul, pra recalque dos que estão acostumados a falar demais e ficar só no cheirinho.

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: