VAIEM O PEDRO LEGADO NA FINAL DE HOJE

A final do ruralito é hoje, mas já devem os amigos saber que nós do Hospício não somos fãs dessa competição viciada.

E, por isso, sabendo que o jogo hoje promete em falsas polêmicas e outras viagens vermelhas daquele bando de torcedores xavantes da imprensa vermelha isenta (que já torceram por todo e qualquer adversário do Grêmio), não podemos deixar de reiterar a nossa campanha: VAIEM O PEDRO LEGADO. Apenas isso. Vaiem-no. Não o xinguem, não o agridam, nada mais que o repúdio ancestral, atávico, natural transmitido pela vaia. Façam-no sentir que ele não é bem-vindo aqui na Arena, nossa casa, não dele, um isento presidente da IVI, um pulha vermelho de má-catadura.

Pedro Jabba Legado Denardin, o Ernesto, é volátil. Um homem que se disputa. Não o crêem? Pois vejam lá: em janeiro de 2018, veio com coluna elogio a Nico Lopez, dizendo que ele encontrara seu lugar no time do Maionese que soubera bem aproveitar o dentifricioso jogador. Eis que no dia 30 de março, veio com outra coluna, dizendo que o inter deveria trocar o Nico pelo Diego Souza, já que Lopez nao teria seu lugar entre o escrete rubro. Como é que é, Jabba? Em algum lugar entre 21 de janeiro de 30 de março, Nico perdeu o lugar que tinha sido achado. O que achamos aqui, na verdade, é que faltou aquilo que sempre falta ao Pedroca Rubicundo: caráter.

Querem mais? Vamos à questão dos ingressos para as partidas da final. Grêmio e xavante chegaram a um entendimento: 2.000 ingressos para a torcida visitante na Arena e 1.000 ingressos para gremistas no estádio em Pelotas. Grêmio preferiu ser magnânimo e não polemizar, embora o xavante tenha querido bancar o esperto, usando ardis para ceder apenas 800. O Jabba Ernesto, quando a história começou, tomou logo partido contra o Grêmio. Sem saber o que acontecia, começou a criticar que nós cederíamos apenas 800 ingressos ao Brasil de Pelúcia. A verdade é outra. BR-Pel quis bancar o sabido. Estava combinado entre os clubes que haveria 2000 ingressos de visitantes cá e lá. Só que quiseram pegar 2000 e deixar para determinar na volta o número dos visitantes em Pelotas pois não tinham PPCI. Então, mui corretamente, o Grêmio só liberou cá o nº que eles tinham como liberados lá. Simples.
Ato contínuo, o dirigente sem caráter do Br-Pel, o mesmo que fez provocações baratas após eles terem, na duodécima hora, eliminado o zequinha, ameaçou “ir ao MP”. Queria uma intervenção ajurídica. Eles não desistem de tentar bancar os mais espertos! Brasil pelotas e binter são do mesmo nível baixo. Os 800 ingressos eeram culpa do próprio BR, como apontamos. O resto é deturpação vermelha. Só que o Pedro Legado não desistiu e, ontem de manhã, Jabba estava-se mostrando parcial (e desatualizado porque já tinha saído o acordo) reclamando dos 800 ingressos na Arena dizendo que tinham de ser 2000. Fez uma diatribe inflamada sobre o direito dos adversários e por aí seguiu. Foi interrompido pela Andressa Xavier que falou que seriam 2.000 ingressos, informado-o do acordo. Então jabba passou a reclamar que 2 mil seria pouco. Ou seja, ele é o mestre da cara-de-pau, em desdizer-se, em ser a quintessência da contradição. Mau-caráter! Busca sempre um fato para fazer celeuma com o Grêmio. Temos de vaiá-lo na Arena. Ele tem de ver que não se cria em nossa casa.

Há semanas já vimos trazendo fatos incontestes sobre a conduta do Pedro Ernesto, um inimigo figadal do Grêmio e de cada gremista. Ele não pode ser recebido na Arena.

Por fim, queremos denunciar e repudiar o comportamento preconceituoso, ultrapassado e ridículo do Xavante. Em anuncio para excursão a Porto Alegre, estava marcado no cartazinho Brasil x gaymio. Ou seja, um cartaz que pode ser encarado como homofóbico (usar a preferência sexual de um grupo de pessoas como se ofensa fosse) dentro das instalações do clube. Existe um absurdo institucional aqui. O Clube pelotense não reagiu ou desautorizou, o que significa que coaduna e é cúmplice. Demais disso, e as ciosas autoridades? O MP tão diligente com o bumbo e o TJD com os cartões, onde estão? Por que no RS impera a indignação seletiva? A imprensa gaúcha também foi cúmplice porque se silenciou. Ah, se fosse na Arena… sairiam repúdios até nas colunas de horóscopo e receitas.

Hoje responderemos isso na cancha. Dá-lhe, Grêmio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: