UMA CERTEZA

Eu teria muitos assuntos para abordar na coluna de hoje.
A derrota no jogo treino (odiei porque não aceito perder par ou ímpar), a seleção contra a Argentina, Everton na seleção… Muitas coisas mesmo. Mas só tenho um nome na minha cabeça há dias. E preciso ouvir minha intuição e falar sobre ele.
Luan Guilherme.
Não adianta, ele joga, lembramos dele.
Não joga, lembramos dele.
Está afastado,lembramos dele.
Está voltando, queremos ele.

Eu não vi Renato jogando pelo Grêmio. O que não desmerece em nada e não diminui em nada a minha devoção a ele. Acompanhei Paulo Nunes do início ao fim. Aquele gol contra a portuguesa foi a coisa mais linda que presenciei num estádio de futebol (sim, até o segundo gol do Ailton foi a coisa mais linda hehe). Paulo Nunes formou uma geração de torcedores. E de 1997 até 2014 essa camisa 7 não foi honrada como deveria.
Aí veio Luan.
E como eu agradeço a frieza desse guri. Porque não o julgaria se abandonasse o clube depois do episódio das pipocas.
Mas ele ficou. Inclusive digo que Luan sempre fica quando outros não ficam.
Em 2017 não quis sair porque sabia que poderia dar mais. E quase mas quase mesmo não nos deu o mundo.
Luan traz uma magia ao Grêmio.
Sempre falaremos desses tempos vitoriosos nos referindo ao Grêmio de Luan. Emblemático.
Como ele não é unanimidade na discussão ídolo?
Só o fato de estar sempre na boca do povo, já mostra que ele não passa em branco. Para ninguém. Para quem gosta e para quem não gosta.
Tu podes até ter restrições ao Luan, mas se for uma pessoa inteligente sabe que o rendimento do Grêmio caiu quando o Magrelo caiu também.
A gente sabe que tinha algo estranho com o Grêmio. A gente sabe que tinha algo estranho com o Luan. Mas a gente sabe o quanto um foi feito para o outro.
E agora estamos sentindo que a energia entre eles está voltando.
E a reconciliação vai ser linda.
E em breve, mas em breve mesmo, teremos o nosso ídolo Luan no melhor Grêmio de todos os tempos.

O Grêmio de Luan.

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Um comentário em “UMA CERTEZA

  • 3 de julho de 2019 em 18:20
    Permalink

    Ouvi falar que Jean Pierre ficou no time reserva…sei não, e Matheus Henrique ainda nem se apresentou. Renato que não faça esquesitices de novo. Se Tardelli ainda não ganhou forma física, que seja demitido.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: