Um Louco In Loco – Dubai já é Grêmio

E saga continua…

Rafael Forace – Twitter: @foragi

Dia 3: Ainda sofrendo os efeitos do fuso horário, conseguimos sair do hotel ao meio-dia. O roteiro segue sendo a praia e a área central que abrange o Burj Khalifa (prédio mais alto do mundo), o Dubai Mall (maior shopping do mundo) e um parque onde há um lago artificial, mas na verdade é uma piscina que tem dança das águas. Tudo está conectado num só local. É imperdível!

Burj Khalifa - Foto by Rafael Forace
Burj Khalifa – Foto by Rafael Forace

Em qualquer um dos locais citados é notória a presença de cada vez mais gremistas. Não há mais locais que se ande na cidade sem ver uma camisa do imortal. Isso só reforça minha tese de que não seremos poucos no estádio. E mais ainda no sábado, pois muita gente chegará apenas para o segundo jogo.

A noite fomos à Gold Souk, uma região com mercados populares e conhecida por ter muito ouro barato. Não tenho noção do valor do ouro no Brasil, mas neste local a grama do ouro custa em média 110 Reais. Esse é o valor para iniciar a negociação. Em uma loja, o vendedor chegou a propor para mim o quanto eu gostaria de pagar, após eu ter agradecido pela informação. Tive a impressão que dava para comprar por bem menos que os 110 Reais. É uma região “raiz”, com gente mais humilde e prédios simples. É a parte antiga e um contraponto do restante da cidade.

Gold Souk - Foto by Rafael Forace
Gold Souk – Foto by Rafael Forace

Para finalizar o dia, enfim conseguimos achar um local bacana e que pudéssemos tomar uma cerveja sossegados: Barasti Beach Club. Sensacional!! Entrada livre, cerveja entre 45-55 (Stella, Foster, Leffe, Guiness), com telões por todo lado, ao ar livre e com uma baita vista. Adivinha o que tinha lá? Vários grupos de gremistas, totalizando em torno de uns 30.

Dubai já é Grêmio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: