UM DIÁLOGO POLÍTICO TRICOLOR

Encontrei um amigo de longa data essa semana na pecuária, enquanto comprava ração pro meu bode, o Aparício Biel. Depois de um fraterno abraço, ele começou a conversa:

“Cara, e aí… Tá chegando a hora… Reta final. Quem será escolhido nesse fim de ano?”

“Rapaz, tem muita opção boa, uma boa dor de cabeça. Vamos deixar pro cara lá decidir.”

“Ãhm… Tá, mas tu curtes mais a Esquerda ou a Direita?”

“Então. Na esquerda eu curto muito o feijão com arroz que faz o Cortez. E lá na frente o Cebolinha faz o carnaval, né. Não tem pra ninguém. E também curto a direita. Léo Moura tem idade avançada mas tem os atalhos. E o Léo Gomes tá bem demais, cada dia melhor. Alisson assumindo o lado direito ofensivo e tocando o terror. Bah, a direita tá demais. Tô te falando, tem muita opção boa.”

“Kkkkkkkk cara eu tô falando da tua posição política! Econômica, essas coisas!”

“Tchê, em política eu não me meto. Tô bem faceiro com a gestão do Romildo, nos colocou de volta no nosso lugar. E economia? Olha o que ele fez com as nossas contas… estamos ajustadíssimos! A venda do Arthur nos colocou num outro patamar! A casa tá arrumada!”

“kkkkkkkk tu enlouqueceste bicho, tu só pensas no Grêmio! E o Brasil???”

“Olha, eu também quero o Brasil. Não conquistamos desde 96. Tá na hora, eu acho que dá sim. Tamo na briga. Daqui a pouco assumimos a ponta da tabela e ninguém nos tira mais de lá. Só que eu sou da América né, quero o Tetra. Brasil é legal mais eu prefiro a revanche com o Real.”

“Tu és louco. Vai procurar um hospício!”

“Meu amigo, senta aqui que vou te falar do Hospício Tricolor…”

Saudações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: