TRICODEPENDÊNCIA

Coluna do Leitor

Como é estranha essa época do ano… Sim,é imprescindível que os jogadores descansem, viajem, curtam sua família, mas é tão triste uma rotina sem Grêmio.

Dizia Drummond: “Bem aventurado aquele que não entende, nem aspira entender de futebol, deles é o reino da tranquilidade…”

Pois bem, essa “tranquilidade” me causa um vazio tão grande, é muito estranho, pois diferente dessa época, durante o ano mudo tudo em função dos horários dos jogos, compromissos, família, amigos … Tudo é segundo plano, afinal nada pode ser maior.

A abstinência de Grêmio me mostra o quanto isso já excedeu a condição de ser humano, elevou para um nível master de dependência.

Sim, as vezes esse mesmo Grêmio que sofremos a falta, nos machuca, dói quando falha ou é roubado, mas as alegrias e o orgulho transcendem tudo.

O sangue de De León, a malícia de Portaluppi, a garra de Danrlei, a imortalidade de Lara, a velocidade de Tarciso e tantos vários homens que engrandeceram tua história, a tua gente, a tua bandeira me fazem deixar a vida de lado só pra te ver, hoje na tua ausência, sinto mais forte o quanto é importante na minha vida, obrigada por existir Grêmio de Foot-Ball Porto Alegrense, e volta logo seu lindo, estarei ansiosa, de braços abertos te aguardando.

Abraços de gol.
Gi Pijamuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: