SEGUIMOS CELEBRANDO, SEGUIMOS VENCEDORES

A equipe que foi aos Emirados Árabes merece nossa gratidão

Continuamos com amplos motivos de celebrar o ano de 2017. Claro que a coroação que esperávamos não aconteceu, claro que esperávamos entoar, novamente, o grito de campeões mundiais, renovação daquela inenarrável alegria de 1983, mas não foi possível! Isso não apaga, tampouco esmorece, o sucesso da Libertadores. Estamos em um biênio de sucesso e podemos garantir que será um triênio de conquistas. Não duvidem nem um minuto.

Nosso Grêmio deu-nos imensa alegria esse ano. Conquistamos novamente a América e isso é um baita feito. Somos vice-campeões mundiais. E isso é outra conquista! Qual time brasileiro ou latino-americano pode dizer o mesmo? Não veio essa taça, mas muitas outras virão no futuro.

Sejamos práticos e realistas: o elenco do Real reúne titulares absolutos das seleções da Espanha, Holanda, Alemanha, Portugal e Brasil, entre outras. O Real Madrid teve nesse biênio, ao contrário do que uns desinformados (na verdade, mal-intencionados) da IVI propalavam, uma de suas melhores campanhas da história! O título mundial foi o 12º título em 11 anos…

Ah, dirão uns, isso não quer dizer nada. Quer, sim! Mostra a potência que enfrentamos e podíamos ter ganho. Imaginemos que a bola do Edilson tivesse entrado! Outra teria sido o desfecho. Quis a história que houvesse uma falta, que CR7 fosse à cobrança e que a barreira abrisse. Tragédia, é verdade; triste, concordamos. Temos, porém, outro ângulo: a despeito de toda aquela “superioridade”, eles venceram-nos de 1×0 em gol de bola parada! Isso, sim, diz muito da nossa qualidade. Lembrem-se: esse mesmo Real sapecou 4 tentos na juva ano passado na final da Champions!

Não deu. Verdade. Mas somos os melhores da América e um dos dois melhores do mundo. Tristes pelo resultado de sábado? Sim. Tristes com o Grêmio? Nunca! Claro que não! Somos Grêmio até morrer e, para sermos absolutamente sinceros, somos, hoje, até mais gremistas do que éramos no sábado. Ainda que não tenhamos vencido, nosso orgulho tricolor segue-nos inflando o peito.

Estamos tristes momentaneamente porque tínhamos esperança de vitória. Em nenhum momento ficamos tristes com o time. O Grêmio é gigante e continuará sendo. Tri-campeões da América, Campeões do Mundo em 83 e vice-campeões do mundo duas vezes, em 1995 e 2017. Cinco Copas do Brasil e dois campeonatos Brasileiros. Ninguém tem história comparável no Brasil.

Assim, caros amigos, não há qualquer motivo para que fiquemos cabisbaixos ou sintamo-nos diminuídos. Por isso, logo após o jogo e durante todo o domingo, colocamos nossas camisetas e mantos tricolores e saímos às ruas! Continuamos a mostrar orgulho desse time Imortal, nosso Grêmio, o melhor do Rio Grande do Sul, do Brasil e das Américas!

faltam 48hs

Por tudo isso, somos vitoriosos e a equipe que foi aos Emirados Árabes merece nossa gratidão. Que recebamos os jogadores em Porto Alegre com a alegria e com o calor e o amor que eles merecem.Nós estaremos no Aeroporto para aplaudi-los porque seguimos celebrando e seguimos vencedores.

Um comentário em “SEGUIMOS CELEBRANDO, SEGUIMOS VENCEDORES

  • 19 de dezembro de 2017 em 08:59
    Permalink

    Esse grupo é formado por guerreiros valentes e que se identificaram com o clube e torcida. 2018 promete !!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.