REUNIÃO HISTÓRICA NO CD

Reunião histórica no CD para aprovação resultado 2018 (suplementação orçamentária devido a receita extraordinária) e orçamento 2019. Terceiro ano consecutivo de superávit. A bola realmente não entra por acaso. Vejo o Grêmio no caminho certo, como clube, para se tornar autossustentável, escapar das mazelas que afetam a grande maioria dos times no Brasil e servem de amarras para o desenvolvimento.

Principais pontos a serem observados:

  • O Faturamento de 2018 é histórico, cerca de BRL 407 milhões e um superávit de BRL 69 milhões. A venda do Arthur foi o principal responsável, mais o importante é destino desta receita: baixamos (e muito) as dívidas de curto prazo e de maior custo (juros). Estamos mudando o perfil da nossa dívida, alongando e baixando compromissos de curto prazo, bancários e empréstimos que saíram de 84 milhões (Dez/16) para 31 milhões (Set/18). Já foram pagos quase 100 Mi até esta data;
  • Estamos com todas obrigações fiscais, trabalhistas e financiamentos em dia. Cumprindo integralmente as exigências do Profut (diferente de muitos outros clubes por aí);
  • Reduzimos de +-5mi pra +-2mi o pagamento de empréstimos mensais para cobrir fluxo de caixa;
  • Nos últimos 3 anos o Quadro Social e Grêmiomania cresceram constantemente suas receitas, batendo recordes. Temos cerca de 88.6mil sócios rigorosamente em dia (até 3 meses de atraso) e uma receita que passará dos 75 Mi com as duas operações combinadas;
  • Adequações da folha de pagamento reduziram muito despesas. Aliviamos encargos e estamos usando a revisão trabalhista a favor do clube. Tudo dentro da lei, já normatizado e sem riscos de gerar passivos trabalhistas gigantes pro futuro (inclui o futebol);
  • Renovação (+2 anos) com BANRISUL: aumentou de 13 pra 21 Milhões o valor do patrocínio. Comparando com contratos da Caixa com alguns clubes (e a Caixa vai romper alguns contratos), estamos acima da média;
  • Orçamento de 2019 já prevê uma redução histórica da eterna necessidade de venda de jogador pra não fechar no vermelho (Azul bom, vermelho ruim)… A redução foi de 68mi/18 pra 36mi/19. Caminhamos para não depender de vendas de jogadores para fechar o resultado. Seguiremos vendedores, como é o futebol sul americano, mas as condições de negociação sofrem uma inversão enorme. Reteremos atletas para termos ganhos desportivos antes do financeiro. Com relação a receitas, está bastante conservador o orçamento (o que me deixa otimista);
  • Novo contrato da TV ocasiona uma quebra no fluxo de caixa. Reduz no primeiro semestre e aumenta a receitas no 2o semestre. Dependendo do desempenho no BR19, a receita pode sair de 60 Milhões para cerca de 120 Milhões anuais com a TV, podendo ser maior ainda. Novo contrato de TV de 2019 a 24: 1.1 Bi divididos 40% de forma igual entre os 20 clubes da série A, 30% exposição (nr de jogos na tv aberta/fechada) e 30% colocação no BR. O PPV vai ter impacto enorme na receita e o clube deverá lançar campanha para que se declare gremista no Premiere vinculando ao clube a audiência. 30% pelo desempenho virá somente após encerramento do campeonato e 30% de exposição a partir de  Junho e ao longo da competição. Nos preparamos para esta quebra no fluxo de caixa, vários clubes sofrerão;
  • Não possuímos nenhuma antecipação de receitas referente a direitos de TV ou quaisquer outras, que quando feito, paga-se juros, além de comprometer o fluxo de caixa futuro;
  • Investimento na base será mantido. Será reforçado investimento na captação. Seguimos com plano de captação de 8 milhões através da lei de incentivo ao esporte para melhorias na estrutura;
  • Teremos superávit operacional pelo 3 ano seguido e 2019/20 caminhamos para a tão sonhada sustentabilidade financeira. Histórico e para celebrar. A linha de tendência é positiva. Significa cada ano ter maior capacidade de investimento no Futebol, na base. E que mantidas as boas práticas de governança, teremos um clube cada vez mais forte e estruturado;

Esta gestão merece todos os elogios: conseguiu adequar o clube administrativamente e trazer os títulos de volta, após longo período. Deixamos de montar um time a cada virada de ano e a base vem fornecendo jogadores úteis e qualificados.

Nunca exigi que o Grêmio ganhasse tudo. Mas sempre quis um Grêmio respeitado, temido como adversário e que entrasse em TODAS competições com condições de disputar todos os títulos. Só teremos um ciclo virtuoso e longo de vitórias com um clube forte e estruturado. E estamos vivendo isto.

Saudações tricolores

Para acesso ao Portal da Governança CLIQUE AQUI

Um comentário em “REUNIÃO HISTÓRICA NO CD

  • 29 de novembro de 2018 em 15:46
    Permalink

    Perfeito!! Fundamental a profissionalização na gestão do clube, e foi isso o que Romildo fez com maestria!! Sempre tivemos uma rica história, porém como comentou, todos os anos formavamos um time novo!! E parece que nosso Presidente percebeu que precisávamos pensar a longo prazo, como os grandes da Europa. Por isso sempre bato muito na tecla, continuidade no processo para que o ciclo virtuoso e vitorioso perdure!!! Baita texto, exatamente no que acredito!! E nunca esqueçamos, o Grêmio é Grande, o Grêmio é Forte!!! Saudações tricolores da Ilha da Magia!!! 👊👊👊🇪🇪🇪🇪🇪🇪💪💪💪

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: