QUE GRÊMIO!!!

Recebi passe livre do Hospício ontem, mas tinha o compromisso de voltar para fazer o Recolhendo os Trapos.

Assisti o jogo entre amigos, praticamente uma tradição em jogos fora pela Libertadores. Começamos meio sem combinar ano passado e vem dando certo, muito certo. Tanto que convocamos todos que estiveram no primeiro jogo até hoje. Não falta carne, cerveja beeem gelada e o clima de bate papo sobre futebol que começa bem antes da bola rolar e segue no pós jogo. A turma é nota 10. Ontem, escapei do Hospício e fui pra lá, cheguei por volta das 19:30 e o fogo já estava aceso. Destampei a primeira de muitas e o papo fluiu como sempre. Nervoso por saber as notícias do Grêmio, Luan, escalação, notícias da torcida e do Cisco em Buenos Aires…

Que Jogaço do Grêmio!!! Arrisco colocar entre um dos melhores deste Grêmio do Renato, muito pela estratégia e obediência tática do time. Renato matou a pau. Sem contar com o Luan, armou o time numa solidez defensiva do 4-1-4-1 e o time entregou tudo que podia em campo. Amarramos o imbatível River que não conseguiu fazer seu jogo em casa. Renato foi brilhante e mostra o quanto está maduro nesta sua passagem. O Grêmio absorveu este conceito de futebol que Renato traz consigo, um futebol vitorioso. Um futebol que me representa. Um futebol que faz o Grêmio ser respeitado (e odiado até). Eu esperava uma blitz inicial que não veio. O Grêmio mudou a forma de jogar e mesmo assim controlou as ações. Tinha dito no Sala de Internação: Michel 100% recuperado e com ritmo de jogo é dono de uma vaga neste time. Ainda tivemos Cortez, Alisson (OBRIGADO CRUZEIRO!!!), Grohe, Leo Gomes, Kannemann e Geromel (a melhor dupla de zaga do RS na história), Maicon com sua liderança, Ramiro, Cicero, Jael. Todos com muita entrega e luta. O Grêmio foi copero, foi gigante, assertivo, certeiro, foi o Grêmio de tantas histórias e glórias. Foi o Grêmio que me acostumei torcer e me arrebata.

Terminado o jogo, voltei correndo para participar do RT e encontrei a Dra. Rosalinda, Paulo Egidio, Volódia, Ramiro (o nosso estagiário boicotado pelos organizadores do Prêmio Press) e o Cavalcante com o astral lá em cima. Cheguei com a Adrenalina a mil (e o tanque cheio de cerveja também), empolgadaço com a apresentação do time na Argentina. Lembrei do Paulo Santana quando vi o Gallardo falando com seus jogadores numa imagem da TV. Deu direitinho pra ver ele dizendo (leitura labial):
– Preteou o olho da gateada! Só que em espanhol.
– Pre
– Te
– Ou
– O olho da gateada.

Saudaçôes Tricolores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: