OS MÉRITOS DO MAIONESE

Odair “Maionese Helmann’s” merece ficar no tradicional-ex-rival em 2019.

Sua contribuição é grande. Quase conseguiu se igualar ao Grêmio como único invicto em casa em um certame na era dos pontos corridos.
Quase brigou pelo título inédito do Brasileiro desde que ele deixou de ser um torneio de fim de semana organizado pela CBD. Quase eliminou o Vitória na Copa do Brasil, vejam só!! O grande Vitória!! Aquele mesmo, do pênalti fora da área pra vencer em casa com as tripas de fora!
Maionese foi além disso: quase transformou Damião e Dourado em jogadores acima do razoável! Chegou próximo a quase nos eliminar do Ruralito do “Segue o líder!”. Próximo do quase, que feito!!
E além de tudo, quase fez o Atlético-MG pagar o pato…até pênalti mandraque ganhou!
Não só hoje, como ao longo do campeonato inteiro.
Maldição do livro do Gênesis para as serpentes traiçoeiras.
Enfim, Maionese é o típico treinador talhado para o ex-rival: estudioso, metódico, motivador, inteligente, frasista, tático e…perdedor!!
E esse perfil o credencia pra seguir treinando o time que merece!
Fica maionese!!
O típico treinador do “quase”.

2 comentários em “OS MÉRITOS DO MAIONESE

  • 23 de novembro de 2018 em 18:02
    Permalink

    Uma sugestão, o nome do técnico daquele time deve ter a seguinte grafia Odair “Maionese Helmann’5” e não Odair “Maionese Helmann’s” , afinal o “5” é sempre será dele, ou poderiamos chamar o Roger de Roge’5, afinal a História é contada pelos vencedores.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: