O time que encantou o Brasil e quer encantar o Mundo

A visão tática de um Interno Fanático e Carioca.

Sou Ramiro Madureira, carioca, nerd e gremista, e escreverei sobre táticas e uso de tecnologia utilizada pelo nosso clube, aqui no Hospício Tricolor.

Como sempre diz o nobre Antônio Dutra Jr., “O Grêmio é grande, O Grêmio é forte!”, tão forte que temos torcida em outros estados, no RJ temos mais torcida que o Botafogo…

Mas aqui falaremos do nosso Grêmio, que neste ano encanta demais, até no eixo do mal, com um futebol eficiente e bonito, com uma recomposição defensiva e transição ao ataque quase mortal, troca de passes e triangulações, abrindo defesas e gerando muitas oportunidades de gols.

 

Defesa:

Não podemos esquecer de falar da nossa defesa, e que setor defensivo!
Temos MilaGrohe, GeroDeus e Kannemann, que formam o núcleo de uma defesa sólida, temos nas laterais o Edilson, que compensa na força e aplicação tática o que lhe falta em técnica, além do Bruno Cortez que tem no forte o apoio ao ataque, mas evoluiu demais na parte defensiva.

 

Meio campo:

A eficiência do meio campo vem do Michel, um volante que tem um poder de marcação muito bom e sabe sair jogando, além da cadência e eficiência nos passes do nosso capitão Maicon, que após a sua lesão teve no Arthur o achado da temporada, um craque que faz o time todo jogar como se fosse regido por música, a calma e a técnica dele, juntamente com o giro que faz quando a marcação aperta e com isso abrindo espaços para nosso ataque.

Aqui vemos a movimentação do meio para abrir a linha defensiva e sempre com jogadores se posicionando para uma triangulação. O Luan volta para dar o desafogo e saída de qualidade na bola abrindo espaços para as infiltrações do Fernandinho e Ramiro sempre que a marcação adversaria sobe para dificultar a transição defesa/ataque.

 

Ataque:

No ataque temos Luan, que se posiciona entre as linhas defensivas adversárias e faz um quarteto ofensivo com Ramiro, Fernandinho (Everton Cebolinha) e Lucas Barrios, esta força aparece nos mais de 100 gols marcados na temporada, e foi destaque em vários momentos do ano. Especialmente quando aplicou goleadas impiedosas, seja nos jogos de mata-mata, seja no Campeonato Brasileiro.

Como nós gremistas sabemos este time foi forjado a ferro e fogo, vindo de anos sem títulos, e desde a conquista da copa do Brasil temos um elenco que se completa e é extremamente unido, a cada entrevista dada por algum jogador, o que vemos é a amizade deste grupo que transcende qualquer elogio. Se torna uma das bases deste elenco.

Agora vamos comentar do nosso Técnico, ou melhor nosso Ídolo que merece não uma, e sim duas estátuas, afinal ganhou o mundo com nosso manto, voltou e agora liberta a américa novamente.

A capacidade de tirar tudo dos jogadores, unindo ainda um senso de justiça para os mesmos, o faz ter tanto sucesso no Grêmio.  A IVI e a imprensa do eixo começa depois de muito tempo entender o personagem que é nas entrevistas e dar o verdadeiro valor ao nosso comandante, afinal ele conseguiu levar a final da Copa do Brasil  o time do Vasco, que tinha no seu elenco pérolas como o Valdiram e o Valdir Papel. Só isso já é motivo de canonização… como sou carioca, afirmo o elenco do Vasco era terrível.

No ano seguinte veio a coroação com o time do fluminense campeão da Copa do Brasil, e o vice da Libertadores em 2008. E mesmo assim a  imprensa não o levava a sério. Agora após estes 2 anos de Grêmio, temos a mudança de conceito, se bem que para uns isso não acontece, pois tenho quase certeza que o Portaluppi machucou demais. E vai machucar e acabar com o planeta se trouxer o campeonato mundial de clubes!

Vamos Grêmio, acabar com o planeta!

Nós internos deste Hospício estamos loucos para ver o fim do mundo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: