O MELHOR GRÊMIO DE 2019

Buenas, tricolores. Cisco aqui. Vivo!

Dessa vez, escrevendo de noite… tive que esperar um pouco pra colocar as ideias em ordem, sabem como é… Ontem foi um dia exaustivo. Noite exaustiva, melhor dizendo. Noite de Copa.

E se tem Grêmio em noite de Copa, então temos muita mística envolvida. Muita mesmo.

Passei a semana pensando em como seria minha coluna desta quinta… será que estarei feliz, alucinado, em êxtase? Ou será que escreverei palavras de alento para que acreditem numa classificação heroica em Curitiba?

Bom, feliz eu estou, sem dúvida alguma. Alucinado e em êxtase? Ontem eu estava. A atuação do Grêmio foi impecável. Mas também não deixarei faltar alento aqui. Temos tudo para confirmar a classificação para a Final em setembro.

O time inteiro do Grêmio jogou muita bola. Tudo funcionou. O Athletico escapou de tomar mais, isso foi unanimidade nos comentários de hoje, tanto de gremistas quanto de colorados, tanto da imprensa da aldeia como da imprensa acima do Mampituba.

PV mal foi exigido, mas mesmo assim foi bem. Os laterais não comprometeram defensivamente. A dupla de zaga mais uma vez foi monstruosa, o que me faz lamentar desde já o dia (longínquo, espero) em que suas atuações estiverem apenas nas nossas lembranças.

Nosso capita foi um pouco abaixo, muito pela montagem do time do Athletico.

MH arrebentou, destruiu, deu aula: melhor em campo.

Alisson continua me impressionando com a sua capacidade de concentração em decisões, seu futebol cresce muito quando o momento exige.

Cebolinha é Cebolinha. Diferenciado. Bota medo nos adversários. Nossa maior arma para conquistar pelo menos um grande título nesse ano. E tem maluco que lamenta sua não-venda…

Jean Pyerre foi bem. Premiou-nos com um golaço que fez a Arena delirar. Hoje teve seu vínculo com o Grêmio renovado até 2023 e multa rescisória estipulada em 120 milhões de euros, a maior da história do clube. É us guri.

Por fim, sim, vou falar dele: André Felipe, o Balada. Aquele homenageado por mim na coluna de 02/08/2019. Foi até chamado de “André Cachaça” por um narrador paranaense. Golaço de centroavante. Saiu muito aplaudido de campo. Merecido.

Thaciano, Luan e Tardelli entraram bem. Destaque para o último. Estamos evoluindo.

Ontem vimos o melhor Grêmio de 2019. E o torcedor teve também um dos seus melhores dias: dia bonito, frio pegando, churras pra esquentar, aquele trago pra animar e a festa nas arquibancadas. Quero mais o quê?

É o Grêmio e não adianta. Abração, Cisco.

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: