Gui Zado – O Cozinheiro

Não sabe cozinhar…

Gui Zado: Gui é o cozinheiro do Hospício. Rapaz tímido e trabalhador, somente deixa a cozinha para ir nos jogos noturnos na Arena. Mesmo nos demais jogos costuma assistir de seus domínios, apenas abrindo uma fresta na porta para ver a TV instalada na área comum. Semi-virgem sexualmente, disse que experimentou uma vez e não gostou muito, que batata é muito melhor. É capaz de discorrer horas sobre batatas inclusive, demonstrando coerência. Sua família mudou-se para o Brasil vinda da Romênia, região dos Cárpatos, no Estado da Transilvânia. Gui afirma que herdou do avô Vladmir o gosto por enterrar os dentes em uma boa batata e a timidez (e também não ter reflexo em espelhos). Quanto ao passado, antes de se tornar cozinheiro do Hospício, Gui não gosta de falar. Boatos dizem que viajou muito em más companhias. Outros afirmam que foi agente “under cover” em uma organização criminosa, tendo visto muitas coisas traumatizantes. O fato é que o nosso Gui é mais assustadiço do que investidores na bolsa de valores. Assim costumamos deixa-lo ele em paz. Seus hobbies são plantar, regar, colher, preparar, servir e comer batatas. Fora o Grêmio, na verdade é o seu único amor e assunto. Seu maior desejo é ver o Grêmio Bicampeão Mundial e ser deixado quieto cozinhando uma boa sopa de batatas.

Pontos Fortes: Sabe cozinhar. Se você não perguntar sobre batatas, será uma boa companhia.
Pontos Fracos: Não gosta do sol, portanto, não conte com ele para almoços ao ar-livre. Frequentemente tem dores de dentes.

Fale com Gui Zado no email guizado@hospiciotricolor.com.br. Não tente falar com ele fora da cozinha ou neste email. Não vai acontecer.

Gui Zado é um personagem de Guilherme (Todos os direitos reservados)