O Grenal 413

Temos mais time por mais que a imprensa e colorados teimem em querer nivelar as coisas.

Sobre o Grenal, o Grêmio ainda sem estar no seu ideal físico, de mecânica de jogo e escalação é muito superior ao inter. O inter com muito esforço consegue, na base da transpiração (muita), tentar equilibrar o confronto. A imprensa diz o contrário, mas eu vi o jogo. O primeiro tempo gremista foi muitíssimo superior ao segundo tempo colorado. O Grêmio, com pouco mais de capricho (bora colocar o Everton treinar conclusão como foi com o PR32 e este será O ANO dele) teria saído com 4×0 no placar no 1o tempo.

Perdendo, com intensa vaia da sua torcida no intervalo, era natural que o inter voltasse para um abafa. Esta expressão reflete bem o que foi: não vi o estilo europeu de bola no chão e troca de passes cantado em prosa e verso pela imprensa, papagaiando o que dizia Hellmann, o treinador, não a maionese, mas cujo destino é também desandar. Foi um bumba meu boi, com o mérito de terem achado um gol bem no inicinho (de novo a bola parada Renatão) o que acabou injetando um ânimo afoito na torcida e no time. 39 cruzamentos na área. 2 conclusões no gol. Pra mim, este crescimento do inter tem muito mais a ver com a forma como o Grêmio retornou a campo, pela tamanha superioridade impetrada no primeiro tempo, do que méritos mesmo do time colorado. Entramos recuados e apáticos, sem exercer a marcação alta que nocauteou o inter no primeiro tempo. Teremos mais dois clássicos agora e um tempinho a mais de preparação. Já são quase 3 anos sem conhecer derrota em Grenais, que a escrita se mantenha. Temos mais time por mais que a imprensa e colorados teimem em querer nivelar as coisas.

Corredor Polonês da AG.

De negativo, o tratamento recebido pela torcida gremista no Beira Rio AG. Tocaia, chuva de pedras e pauladas, inclusive no ônibus da diretoria e delegação, caminho pelo meio da torcida colorada, agressões verbais e gestos obscenos contra mulheres (inclusive soco numa repórter), brigas a rodo dentro do estádio por parte das organizadas coloradas e a depredação das cadeiras (nada justifica e esta conta vem pro clube). Cenas lastimáveis, medievais. Ainda bem que contamos com um atento e zeloso MP pra punir pedagogicamente os transgressores.

Saudações tricolores

FOTO CAPA: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.