Não estamos jogando o melhor futebol do país

O Grêmio tem ido mal no Brasileirão, sim, mas me entristece muito ver alguns torcedores pedindo a saída do nosso maior ídolo, e não, não estou falando do Portaluppi dos dois gols do mundial, do jogador habilidoso, falo do treinador campeão, do homem que nos tirou da fila, teimoso sim, mas se tem alguém no mundo capaz de fazer algo é ele.

        Concordo que às vezes ele insiste com algumas coisas, Montoya na ponta, Michel na zaga, Thaciano como volante também não funciona, mas ele, Renato, está vendo o que não funciona, e claro, como no meu último texto, reafirmo, o grupo é unido e Portaluppi jamais vai deixar de blindar o vestiário, é um dos maiores gestores de pessoas do país.

          Alguns ajustes na parada nos levam ao que estamos acostumados, sobre o elenco acho bom, precisamos de dois laterais talvez, ou dar chances ao Guilherme Guedes na esquerda e testar o Galhardo na direita, não foi bola de Prata à toa em 2015. O time titular, com todos a disposição é excelente, Paulo Vitor é ótimo goleiro, cada vez se afirma mais, a defesa tem o melhor zagueiro brasileiro e o melhor argentino, nas laterais temos dúvidas, penso em Cortez, foi o titular das taças, e na direita, Leo Moura é um dos melhores que já vi, mas não é mais menino, Léo Gomes tem ido abaixo do esperado, centraliza todas jogadas e não dá confiança defensiva, testaria o Galhardo, no meio temos Michel, que como volante tem ido bem e é bom jogador, Maicon e Matheus é inegável a qualidade, basta resolver questões físicas do capita, meu desejo é jogar com os três, com Tardelli e Éverton que dispensam comentários, abertos, e Vizeu como centroavante, ah mas e o Luan? Bom o Luan só depende dele mesmo pra jogar, espero que ele esteja querendo tanto quanto a gente quer que ele seja a estrela do time.

        Se ganharmos os dois próximos jogos, tarefa bem possível, claro, respeitando os adversários terminaremos o primeiro semestre com todas as metas alcançadas, título do Gauchão, Classificação na copa do Brasil e libertadores e no bolo do brasileiro, está muito claro que iremos fortes nas copas, mas é sempre bom estar confortável na tabela, sim queria muito o Brasileiro, mas desde 2008 não competimos pra ganhar ele, e se for pra trocar com uma copa “estou dentro”

        Não estamos jogando o melhor futebol do país, mas também não vamos rebaixar, é uma oscilação, temos dois jogos antes da parada e vamos pela vitória, trabalhar no período sem jogos porque é no segundo semestre que tudo tem que acontecer.

Andiamo!

Abraço de gol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: