LUAN NOS REPRESENTA

Esse Ceará nos enganou.

Liska Loko deu a entender que ia fazer a retranquinha amiga, 10 atrás da linha da bola, ninguém passa do meio de campo… começou o jogo e ele veio prá cima do Grêmio, com gana e vontade. Fez um gol meio de chiripa, uma bola que bateu na perna do zagueiro e entrou… o Grêmio forçou e empatou. Segue o jogo e o Ceará segue em cima e faz o segundo… o Grêmio empata de novo no fim do primeiro tempo. Ainda acertaram um chute na trave, que quase entrou no rebote. Tudo isso sem dar pontapés ou praticar antijogo. Parabéns. Seguindo assim vai estar fora da zona de rebaixamento em um par de rodadas, e deve brigar por uma vaga na Sulamericana do ano que vem.

Mas o que todos vamos lembrar do jogo não é isso, claro… vamos lembrar do festival de fritadas em sequência que nossos atletas e dirigentes deram na IVI, ao fim do jogo. Primeiro Luan, fritando o intrigueiro JCC, chamando o cafajeste de cafajeste. Claro que nossa querida imprensa ‘esqueceu’ que vem provocando o atleta, chamando ele de bêbado e decadente. Reclamaram que ele é mal educado, não pode responder assim… achei ele político, eu faria uma elucubração sobre as atividades noturnas das mulheres da família dele, sugeriria um lugar para ele frequentar que rima com a ponte que partiu… quando o anão de voz fina mais paparicado pela imprensa gaúcha tem um chilique totalmente injustificável, pois ele sempre é defendido e elogiado, esses jornaleiros dizem que o tem que entender, o garnizé é ‘autêntico’, tem ‘personalidade forte’. ‘temos que entender ele’… esperar que essa cortesia seja estendida para Luan? Nem pensar…

As coletivas de Renato e Romildo tiveram um tema em comum: o jornaleiro Pedro Legado, e suas insistentes insinuações que Renato vai para o Flamengo em breve. Renato mais debochado, Romildo mais político e educado, ambos bateram nessa insistência de tirar nosso maior ídolo da cadeira de técnico do Grêmio. Dá prá entender. Renato dói neles. É tudo que eles queriam que Falcão, Argel, Dunga ou Clemer Michels tivessem sido ao ocupar esse cargo na beira do lago, que eles fossem ídolos como técnico como foram em campo. Não foi por falta de elogio ou incentivo deles que eles não conseguiram esse feito. Deve ser duro olhar para o rival e ver alguém como Renato, nosso maior ídolo dentro de campo, se encaminhando para se tornar nosso maior e mais vitorioso técnico. Se cansaram de insinuações e partiram para o confronto direto com a torcida, inventando factoides e tentando irritar os dirigentes. Não estão levando. Pedro Legado é cada vez mais um símbolo dessa imprensa colorada isenta, irritada por não ter mais o poder de inventar crises no Grêmio e apelando para as fake news e desinformação. Se tornam mais e mais irrelevantes a cada dia.

Que sigam assim.

Belarmino Hospício – @bhospicio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: