GRÊMIO

Vi o Grêmio jogar e golear este ano quem passasse pela frente.

Vi o Grêmio ser o melhor ataque do país. Vi o país e a America Latina bradarem que o Grêmio jogava o melhor futebol do continente – Sem igual. Vi um time consciente em campo e realmente jogando o fino da bola em altíssimo nível. Vi sair Arthur, uma jóia rara que surgiu na base. Assim como saiu Jailson e já tinham saído Pedro Rocha e Wallace. Não sem antes serem campeões com o Grêmio. Vi o Renato conduzir o time, acertar e errar (com saldo positivo), corrigir e lançar estes jovens que nos trouxeram taças e o tão esperado equilíbrio financeiro já em 2019. Vi uma pré temporada prejudicada por um calendário absurdo e antecipada pela pressão pela lanterna no Gauchão. Vi o time sair da lanterna para ser campeão amassando o inter e atropelando todos com o time titular no regional. Vi o Maicon sapatear em cima do Dalesandro antes da bola rolar e depois. Vi o inter pedir arrego na flauta 😂. Vi o time ganhar a Recopa. Vi o time pagar o preço pela pré temporada insuficiente e se desmanchar por lesões. Vi o time ser desfalcado pela hipocrisia do Tite nas convocações da seleção. Vi o Grêmio chegar na semifinal da Libertadores, ter um gol do adversário com a mão validado e um pênalti contra marcado pelo VAR. Vi a direção enfrentar a Conmebol e representar os torcedores. Perdemos na CB pro Flamengo, no detalhe, para outro time que era saudado como o melhor futebol do país à época. Este mesmo Flamengo da derrota de ontem, que ganha 110 milhões a mais do que a gente só da TV, que investiu pesado, tem estrelas (caras) no elenco e disputa o titulo do BR. Enfrentamos o Flamengo com a gurizada, desfalcados e apesar de não gostar de perder, a derrota não é nenhum absurdo (ou precisaremos mudar para um esporte onde a gente ganhe sempre e desconheço, jogando de forma limpa).
A nossa base vai novamente nos servir, ontem vi os comentaristas da TV encantados com Jean Pyerre (que vai evoluir mais ainda). Matheus Henrique. Leo Gomes e Thaciano (que são guris, apesar da aparência), Alisson, Thony Anderson, Pepê, vem aí o Tetê…

Vi o Grêmio se consolidar como referência no cenário esportivo. Sermos exemplo de gestão correta e responsável. Estou vendo o Grêmio se fortalecendo como clube cada vez mais. Com bases muito sólidas de gestão e governança. Vejo um Grêmio como sempre pedi: um clube forte que entrasse nas competições com reais condições de ganhar cada título que disputasse. Se vamos ganhar é outra história, só um sai campeão e nunca exigi que o Grêmio fosse campeão sempre. Mas sempre quis um Grêmio que impusesse respeito e temor como adversário. Estou vendo este Grêmio. Temos coisas a corrigir, lógico. Críticas a fazer. Mas pensar futebol de cabeça quente não é uma boa receita. Principalmente para os dirigentes. Por tudo que vi e vejo no clube, tenho confiança em 2019. Que seguiremos no rumo certo com algumas correções.
Dá-lhe Grêmio!!!

Saudações Tricolores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: