Ganhar ou ganhar.

Hoje é dia de Grêmio pela Libertadores da América e a missão é ganhar ou ganhar. Não que isso não seja a missão de todos os jogos, só que hoje em especial, é uma obrigação. No melhor dos cenários, caso o Rosário Central empate com o Libertad, o Grêmio poderia assumir a vice-liderança do grupo, e desta forma, passaria a depender só de si. Num empate, ficaria com dois pontos e no melhor cenário, torceria para que também tenha um empate no outro jogo do grupo. Até porque, se o time paraguaio vencer, dispara na liderança. Já o Grêmio, dependeria de resultados paralelos. Mas e se tudo der errado e acontecer mais uma derrota? O pior cenário seria uma vitória do Rosário diante do Libertad. Com um ponto conquistado e restando apenas três jogos, o Grêmio precisaria vencer todas as partidas e ainda dependeria de resultados paralelos. Um cenário terrível para a grande expectativa criada antes do início do campeonato. Portanto meus amigos, é vencer ou VENCER. Os três pontos não são apenas necessários para subir na tabela, mas também para não precisar depender dos resultados alheios.

A expectativa pela escalação está tão grande quanto a expectativa pela vitória. Na minha opinião, o problema já foi diagnosticado e os remédios estão à disposição. Cabe agora ao nosso mestre Dr. Renato, escolher o remédio correto, ajustar a dose e analisar os resultados. Precisamos de um efeito rápido. Não dá mais para errar.

Às 19 horas, com a arbitragem do seu Wilmar Roldán, auxiliado por John León e Dionisio Ruiz (trio colombiano), no estádio San Carlos de Apoquindo em Santiago do Chile, Club Deportivo Universidad Católica X Grêmio se enfrentam pela terceira rodada do grupo H. A transmissão será via Facebook.

Aos nossos jogadores: SANGUE NOS OLHOS!

Grande abraço, Dra. Rosalinda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: