FUTBUSSINES

Chega essa época do ano e todo mundo quer brincar de ser dirigente de futebol, eu mesma tenho uma lista de nomes pra pôr na minha cartinha pro papai Noel.

Mensagens, tuítes, emails , pedidos que chegam aos homens do futebol de todas as maneiras, a torcida é ansiosa, faminta por nomes e dá dicas para tentar auxiliar o trabalho.

Como torcedora tenho minhas preferências, óbvio, mas um dirigente tem inúmeras variáveis para serem levadas em consideração, primeiro tem que ver se realmente é necessário aquela contratação, muitas vezes a alternativa está no próprio clube, e no nosso caso, a base tem nos auxiliado muito, segundo, se a negociação acontecer tem que se levar em conta o perfil do jogador, idade, valor, histórico…, essas talvez sejam as principais, porém tem o quesito de relações com empresários, tempo de contrato, adaptação a cidade, língua, se for o caso, e a tal da vaidade, que pode ser fulminante, ainda mais em um grupo fechado e coeso como o nosso, por exemplo, precisamos de zagueiro, certo? O atleta que vier, já chega sabendo que é banco, se tiver vaidade não vingará, por isso temos que ter paciência e confiar, não é só achar um jogador bom e barato, tem muitas coisas além.

Outra coisa que vejo o pessoal falar é, tal fulano contratou tal jogador, e não, quem negocia é o GRÊMIO, o clube decide, o clube erra, o clube acerta, e graças a Deus, senão o Rui Costa vinha aqui e levava o nosso Geromito pro Atlético Paranaense.

Mais uma coisa que peço, sim, nem sou ninguém pra pedir nada, mas, encarecidamente, não se deixem levar por ZINI NEWS, “análises da IVI”, lembremo-nos de coisas do tipo:

Renato não pode nem treinar o time da rádio;

Kannemann é mero rebatedor e baixo;

Léo Moura ex jogador;

Alisson, muita velocidade e pouca pontaria…

Poderia ficar aqui o dia todo lembrando das pérolas…

O tempo mostrou quem estava certo.

Bom, dito tudo isso, só queria dizer que a gente, nós, os apaixonados pelo Grêmio, torcedores comuns, só vemos uma amostragem, uma vez por semana do que acontece realmente, portanto vamos deixar o pessoal do imortal trabalhar tranquilo, eles tem experiência, tem crédito e querem o êxito do clube, tanto quanto nós.

O futebol é um iceberg que a gente só vê a ponta.

Abraços de gol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: