Feliz Natal para todos. E um 2018 muito Azul.

O que pedir para o Papai Noel no final de 2017?

 

O título de uma música do U2 é  “Alguns dias são melhores que outros”. Poderíamos expandir isso para “Alguns natais são melhores que outros”. Pois este é o nosso melhor natal em muito tempo.

Vejamos: Entre 2003 e 2015, com exceção de 2005, nosso natal era só choro e ranger de dentes. Em geral nossas preces começavam com “Deus, por que me abandonaste?”. E, claro, pedíamos qualquer coisa. Qualquer Gauchão estava bom para nós. Eram anos duros, de depuração da torcida, de ver quem ia se manter fiel apesar das tentações, do inimigo em melhor momento e do achincalhamento por parte da mídia.

Mas de uns anos prá cá vínhamos sentindo melhoras. Que não se revertiam em títulos, é verdade, mas aos poucos enxergávamos paralelos com a fábula da Cigarra e da Formiga. Éramos a formiguinha, trabalhando em silêncio, pagando dívidas e criando condições para melhoras futuras. Já a cigarra vermelha… garganteava, garganteava, gastava dinheiro, montava times ruins e se dizia o melhor do Brasil…

No já citado 2015 já tínhamos sinais mais que evidentes que o jogo estava mudando. Cinco sinais, para sermos exatos… como é mesmo… Giuliano, Luan, Luan, Fernandinho e Réver contra. Mas nem o mais otimista dos Gremistas poderia prever o que ia ser o natal de 2016. Título da Copa do Brasil e rebaixamento deles? Deus não é tão generoso assim… mas Ele foi, provando que aquele que espera sempre é recompensado. A imprensa vermelha, bem ao seu estilo, tentou tirar essa alegria da gente, ‘arrancando’ que preferíamos ver eles rebaixados a ganhar um título. Pessoalmente eu sempre respondi a essa pergunta/provocação com uma frase simples: uma coisa não anula a outra.

Grêmio 5x0
Grêmio 5×0

E chegou 2017… contra todos os prognósticos da imprensa, seja daqui ou do centro do país, conquistamos a América de novo. Um ano de glória… temperado com a alegria de ver o rival chafurdando na segunda divisão.

O que pedir para Papai Noel no final de 2017? Que estes títulos tenham sido apenas o início de um novo ciclo vitorioso. E que esse paralelo da formiguinha azul e da cigarra vermelha se mantenha por muitos anos.

Feliz Natal para todos. E um 2018 muito azul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: