É Campeão…

Eu estava numa situação bem ambígua por esse campeonato.

Não fazia questão nenhuma de ganhar. Pelo modelo texano que aqui impera, pelas arbitragens viciadas, que deixam o pau cantar e amarelam quem reclama… até porque nos acostumamos a títulos grandes. Mesmo os colorados (prá nos encher o saco) desdenham o campeonato, não contando-o quando lembram que o Grêmio ficou 15 anos ‘sem ganhar nada’…

Os primeiros jogos não ajudaram em nada. O time principal começou o ano em férias, ao mesmo tempo que os aspirantes tinham que jogar contra times profissionais. Alguma chance da valorosa FGF nos colocar direto na segunda fase, em homenagem a termos representado o Continente no Mundial Interclubes? Claro que não…

Daí o time titular entrou, ficou a meia bomba até a Recopa… e desembuchou.

Ganhou dois grenais seguidos, perdeu um terceiro aonde se liberou o pugilato… e passeou até o fim do campeonato. Sem traumas. Comemoramos bastante, mas agora começa a corrida pelo que interessa, que é (pelo menos) um título nacional ou internacional.

Vida que segue. Como disse Machado de Assis mesmo… ao perdedor peste e fome, ao vencedor as batatas. E essas batatas foram bem gostosas de se ganhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: