Dias de alegria

O grande problema de quem escreve às segundas feiras, teoricamente comentando a rodada, é quando essa zorra que é são os campeonatos do Brasil marca os jogos do seu time para segunda de noite. Menos mal que falta de assunto não é problema essa semana.

Vamos começar com o jogo do nosso Grêmio, na já distante quarta feira passada… resultado normal, oscilação normalíssima para time em início de campeonato, ainda mais para um que está testando jogadores e esquemas táticos. Nossos queridos amigos da IVI tentaram criar cizânia no nosso lado, dando a entender que o resultado era inadmissível e que o gol foi frango do nosso goleiro. Por mais que eu ache que não foi um gol normal também sou obrigado a reparar que o jogador do Aimoré acertou um chute raro, com uma curva espetacular que vendeu o coitado do nosso camisa 1. O adversário tirou da barreira e acertou o outro ângulo, mérito dele.

Já que falei de nossa querida IVI… eles estão me dando muitas alegrias nesses últimos dias. Começaram a semana cantando de galo, comemorando a vitória do time deles com um gol de xiripa, dando a entender que era muito mais significativa que a do Grêmio… se soltaram com o empate gremista, começaram a fomentar crise em nossa casa… até que a maionese deles começou a desandar. Todas as previsões deles apontavam para uma vitória folgada na quinta feira contra o Pelotas em casa. Estreia dos titulares, Pelotas subindo da Segundona gaúcha, tudo é festa, vâmu vâmu Inter, Papai é o maior… só faltou combinar com os pelotenses. Derrota de virada, na bola, dois gols de cabeça aonde a sólida zaga vermelha, a melhor do Brasil, viu os dois zagueiros do Pelotas cabecearem sem serem incomodados. A IVI ficou a noite inteira procurando alguma irregularidade, chorou por causa das bolas na trave, lamentou e ficou pedindo serenidade à torcida, que não era prá fazer terra arrasada.

E veio o jogo contra o São José… aonde o time não jogou nada. Se contra o Pelotas eles tiveram bola na trave e uma coisa ou outra prá se agarrar… no Passo D’Areia foi no máximo um ou dois chutes perigosos, com defesas fáceis do goleiro. E o São José mandou no jogo, fazendo dois gols, um com um bago quase do meio de campo e outro de cabeça(di novo, como diriam os Teletubbies… di novo…), perdendo gols e com a torcida dando olé a partir do meio do segundo tempo. Daí começaram a aparecer defeitos na montagem do time que ninguém tinha levantado até agora. Mas mesmo assim tentaram explicar a derrota pelas condições desumanas do gramado, não pode jogar assim… ‘esquecendo’ que quando o Grêmio teve um jogo parecido com esse, em 2014, esses mesmos cretinos acusaram os gremistas de serem frescos, que os jogadores ganhavam muito prá se submeter a essas coisas, que não era prá ter pena mesmo…

Vamos ver o que o Grêmio apronta de noite então. É o tipo do jogo que dá prá ganhar.

Um comentário em “Dias de alegria

  • 28 de janeiro de 2019 em 15:33
    Permalink

    O mais desprezível dessa turma toda é dizer que o time titular do Inter ainda não jogou..Caramba! Calma, é início de temporada..quando os titulares estiverem prontos… PQP! Eu vi Moledo/CUesta + Dourado 100 milhões/Edenilson (esse é bom), D’Ale + Nico, jogando contra o Pelotas há 04 dias, e perdendo!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: