Dia dos Namorados.

Dia de Grêmio.

Dia emblemático. Dia de Grêmio. Dia dos namorados. Dia de jantar fora? Nada. Dia de ficar com o Mozão, no caso, ficar colada com o Grêmio na TV.

Fiquei pensando aqui no que poderia escrever neste dia. E só me veio à cabeça a lembrança do primeiro amor. Primeira vez que vibrei e chorei de alegria com um sentimento de amor incondicional. Primeira vez que chorei de tristeza com o mesmo sentimento. E tudo isso causado por um clube de futebol. Não, não posso minimizar o tricolor a um clube de futebol somente. Ele é muito maior que isso.
Grêmio é o amor que sempre esteve comigo quando muitos amores chegaram e foram embora.
Grêmio é o amor que me consolou quando muitas tristezas me abateram.
Grêmio é o amor que esteve comigo quando a vida levou pessoas que eu amava.
Grêmio é o amor que permaneceu comigo quando a vida trouxe pessoas para eu amar.
Grêmio é o amor que me uniu a tantas pessoas que eu não conheceria se não fosse através dele.
Grêmio é o amor que fez eu sorrir quando eu só queria chorar.
Grêmio é um sentimento.
Grêmio é o maior dos amores da vida.
Os outros vem e vão.
Mas ele, ha mas ele, o meu tricolor, é imortal.

E que hoje, tu me faças chorar de alegria e orgulho por te ter como meu primeiro e verdadeiro amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: