Concílio Portaluppista

Vencemos nação!

Tinha certeza que aconteceria, temos elenco e qualidade, era questão de ajustar.

 Entendo perfeitamente quem, nas derrotas, achou arrogante o discurso do nosso ídolo, mas eu, não sei se por idolatria ou outro fator, era convicta que ele enxergava o futebol ruim, mas blindava o grupo.

No livro “A arte da guerra” escrito por Sun Tzu, um dos ensinamentos é:

“Trate seus homens como seus filhos, e eles o seguirão aos vales mais escuros. Trate-os como filhos queridos, e eles o defenderão com o próprio corpo até a morte”

E é isso que faz Portaluppi, em troca, o empenho e a fidelidade do grupo.

Vencemos a competição que disputamos, estamos vivos nas demais, mas foram dias de oscilação, torcedores com teorias  revolucionárias, teses, ‘jornalistas’ criando fator novo, mas o Grêmio, o Grêmio seguiu firme, convicto, unido e sereno, como deve ser e como se espera pela experiência de cada um que está lá.

E mais, o departamento de futebol agiu no momento certo, conversas com o Renato, que é hoje o melhor treinador do país, mas também é aberto a opiniões, foram decisivas para o bom futebol apresentado na Arena.

A mudança com Rodriguez na zaga e Michel na volância, deram consolidação ao time, tivemos a bola todo o jogo e muita segurança defensiva.

O Imortal está blindado, o resultado veio, o bom futebol está voltando, temos alternativas, comando e fome de taças.

Sempre digo que o futebol imita a vida, e como na vida, em dias ruins a gente aprende muito, conhece melhor as pessoas, analisa as próprias teses, e sempre, sempre sai mais forte e mais unido.

Seguimos, todos juntos, pela listrada, pela volta olímpica, pelo teimoso que a gente mais ama.

Serenos, conscientes e confiantes..

Abraços de gol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: