COLUNA DO LEITOR – O UNIVERSO PARALELO DO TORCEDOR

Estamos chegando ao fim de novembro.

Estamos festejando o sucesso do nosso Imortal Tricolor, uma de nossas razões de viver, um dos motivos de nossa alegria de acordar toda manhã felizes, com vitória ou derrota (ou empate, vá la que seja).
É mais uma manhã tenra de primavera, o som dos pássaros e as folhas verdes das árvores nos lembram que mais uma vez triunfamos!
Mais uma vez mostramos quem manda no RS. Eles de novo comemoraram uma vaga (talvez apenas na série A, o que já é uma realidade, pra delírio da IVI), e nós findamos 2018 com no mínimo 2 taças no armário e o futebol mais encantador do país.
Léo Moura e André finalmente estão em seus lugares, e voltamos aos melhores momentos. Não sei do futuro de Renato Portaluppi, mas sei que, apesar de ter errado muito, acertou muito mais e continua sendo nosso ídolo máximo, o monstro que nos elevou ao patamar que nos encontramos! Luan errou mais dois pênaltis desde agosto, mas acertou muito mais, continua dando assistências primorosas como naquele longínquo triunfo na Arena Itaquera. Éverton, bom…FICA Cebolinha!! Maicon, já não é o volante lento que os torcedores do universo paralelo pregam que seja. Ainda é o maestro do meio-campo que nos conduziu aos grandes títulos desde 2016. Cortez ainda erra cruzamentos, mas segue fazendo aquelas lindas triangulações com Cebolinha, e agora com Doga10 pela esquerda…e isso eventualmente resulta naqueles gols de cinema.
Nossa zaga continua sendo a melhor da América e nosso arqueiro ainda é o melhor que passou pelo RS após Danrlei.
Enfim…como não viajo no universo paralelo do torcedor passional, continuo não trocando Luan por D’alessandro, nem Maicon por Patrick (o melhor volante de todos os tempos da última semana), nem Kannemann por todos os zagueiros do co-irmão juntos, tampouco Grohe por todos os goleiros deles juntos.
Ah, não vou comparar Renato com maionese…posso ser torcedor, mas não sou covarde a tal ponto.
Essa manhã linda de primavera, de sol brilhante do fim de novembro, me deu os mesmos motivos de amar meu Imortal do que aquela manhã cinzenta de agosto, quando em seu universo paralelo, muitos torcedores praguejavam contra tudo e todos que vestiam azul.

Feliz Natal torcida Tricolor! Inclusive os torcedores do universo paralelo.
Voltem pra agosto e lembrem: vocês tinham um tesouro. Um não, vários!
Não deixemos que eles se percam.
E só me acordem quando novembro acabar.

Texto de Adri “Argentino”*

*Texto de inteira responsabilidade do Leitor. Reprodução autorizada pelo autor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: