A UNIÃO PELO GRÊMIO E POR NÓS MESMOS: NOTA DO HOSPÍCIO

O Grêmio é um clube plural, democrático e inclusivo.

Mais além: é uma equipe vitoriosa e uma verdadeira família. Desperta, portanto, paixões. Tanto o amor incondicional e descontrolado de nossa parte quanto o visceral ódio que alguns elementos que se intitulam jornalistas insistem em cultivar. E esse ódio faz que eles sejam insidiosos, mentirosos e levianos. E, nesse sentido, estão preparando mais uma tentativa de macular o Tricolor e a todos nós torcedores. Há jornalistas de grandes veículos gaúchos que querem ressuscitar a pauta do racismo e eles têm agido nos bastidores para desestabilizar o clube.

O Hospício Tricolor é a casa de todos os gremistas. Somos apaixonados pelo Grêmio e , como o Grêmio, que é o clube de todos, não fazemos qualquer distinção. Repudiamos todas as formas de intolerância, racismo, discriminação e preconceito. Da mesma forma, porém, repudiamos todas as leviandades, mentiras e generalizações contra o Grêmio e a sua torcida. Por quê? Porque fazer amálgama e apontar dedo acusador contra pessoas indistintamente é o mesmo que ser racista e preconceituoso.

O Grêmio é o clube de todos, da Arena, da Azenha, Do Olímpico, do Humaitá, da Baixada… O Grêmio é de todos. Racistas? Não somos. A torcida não o é. Somos o clube que honra e venera a todos, pouco importa sua cor ou origem, é o clube dos bandeirões para o Everaldo e Lupi. O clube que, ao contrário de TODOS OS OUTROS DO ESTADO, em 1914, na Taça Rio Branco, levantou a premiação com um time que tinha negros em sua formação. Somos os que tinham em Bombardão, nos anos 30, o torcedor-símbolo do clube. Somos do clube que, ao contrário de outros, aceitava sem reservas judeus em seus quadros nos anos 30 e 40. Isso é para termos orgulho.

É essa memória plural e democrática que querem manchar com generalizações e acusações. Não permitamos que sujem o nome do Grêmio e da nossa torcida, foi a nossa união e a mobilização ano passado que impediram um programa de televisão de fazer uma balbúrdia e de espalhar mentiras. É para esse tipo de mobilização que convocamos a todos agora. Vamos em frente, pelo e para o Grêmio cada vez mais democrático, mais plural, mais inclusivo. Pretos, Brancos, Azuis; todas as raças, etnias, religiões e preferências irmanadas porque partilham uma alma imortal. Todos juntos pela inclusão e pelo combate incessante ao preconceito, ao racismo, às mentiras e aos que querem-se promover às expensas do nosso Grêmio. Seremos defensores intimoratos, portanto, até porque o clube age e trabalha sempre e incessantemente na defesa dos valores democráticos e de inclusão.

A Hora é de União de toda a torcida, de todos os gremistas, de todos os torcedores, de todas as páginas e sites, de todos os movimentos e de todas as tendências. O Grêmio é o clube de todos, o único verdadeiramente inclusivo, e a casa de todas as pessoas, pouco importa sua cor, origem, religião, sexo ou preferências. Não às mentiras e leviandades. TODOS UNIDOS PELO GRÊMIO.
#SOMOSTODOSAZUISPRETOSEBRANCOS
#NãoÀsFakeIVINews 

Um comentário em “A UNIÃO PELO GRÊMIO E POR NÓS MESMOS: NOTA DO HOSPÍCIO

  • 26 de julho de 2018 em 11:24
    Permalink

    Acho que o clube deveria processar todos aqueles nos acusam de racistas, simples assim, manda provar. Além dos alienados da rbs a ESPN, que não poupa sensacionalismo contra o Grêmio.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: