A IVI VOLTA AO DIVÃ

Pois é…aqui estamos nós, Tricolores, com calos de tanto esfregar as mãos para o confronto decisivo com o River. Sim, o jogo digno de faíscas desta noite, é o decisivo, por todas as razões que sabemos e conhecemos. Não sei o que está mais desgastado, se minhas unhas ou meus dentes, tamanha a fricção involuntária que se abateu entre essas estruturas nos últimos dias. A volta é na nossa casa, mas a decisão de verdade é hoje à noite mesmo! É lá, num abarrotado e ensurdecedor Monumental de Núñez. Hincha de Boca, Xeneize raiz (depois do Grêmio, evidentemente), sei o quanto é sofrido jogar lá. Pego o exemplo do único rebaixamento do River, em 2011. Ao contrário dos “milionários do Aterro”, que até em casa eram humilhados no ano do Rebaixamento FIFA, “Los Millonarios” dificilmente perdiam em seu estádio. O Promedio (média das três últimas temporadas) associado ao fraco desempenho fora dos domínios, isso sim rebaixou o River. Mas, mesmo na rabeira do certame, seguia temido em sua mística morada!
E é lá que teremos que decidir nossa sorte nesta noite, daqui a pouquinho! E se ganharmos, bem…a final é logo ali.
Só que, estranhamente, a IVI não liga mais muito pra Libertadores nos últimos anos. O que passou a importar é o Brasileirão, vejam só…a Copa do Brasil até teve seu valor, mas entre a eliminação do escrete de estimação e a eliminação Tricolor, por um breve momento ela deixou de ser importante. Vai que o Grêmio tivesse ganho? Crise existencial na IVI? O Schopenhauer deles poderia colaborar.
Mas não…o assunto do momento é Brasileirão! Quantos pontos tem o Palmeiras, o Flamengo, os próximos adversários dos seus bibelôs e dos respectivos “concorrentes”… quantos pontos faltam para o “títuulooo”, do qual são “postulantes” desde que meu pai ainda era virgem!
A Libertadores, que durante boa parte dos 10 anos de vida de seus filhotes foi tão enaltecida, está em segundo plano. Aliás, a IVI já nos dá como derrotados. Está certo o raciocínio. Pra que falar no assunto? Esquecem-se que, na verdade, estamos a quatro jogos de um título Continental que leva ao topo do Mundo, a menina dos olhos vermelhos e ensandecidos da IVI até alguns anos atrás…enquanto isso, eles remam sua canoa furada pra terminar à frente dos nossos reservas no poderoso Brasileirão, um campeonato que consegue reunir Paraná, Ceará, Sport, Chapecoense, Vitória, Bahia, três cariocas e um paulista em frangalhos, um mineiro de ressaca e outro sem time, nossos reservas, os reservas do Palmeiras…
Sinceramente dona IVI, eu enriqueceria se duas situações pudessem acontecer ao mesmo tempo: eu me tornar seu psiquiatra e vocês pagarem em dinheiro ao invés de salmão.
Como nenhuma delas é plausível, voltem ao divã frio de suas convicções inúteis e furadas. Ano que vem talvez o time de vocês, do Noveletto, o novo “beirando à bancarrota” do país volte à Libertadores…e assim, ela voltará a ter valor pra vocês, boçais fanfarrões metidos a espertos, assim como sempre teve pra nós, mesmo quando seu time amado venceu final caseira e final em campo de borracha.
Ps. Estamos vivos, não esqueçam! Odeio vocês, mas piedoso que sou, espero que o consultório de seu psiquiatra tenha isolamento acústico.
Senão, eu mesmo fornecerei.
Por que? Em Dezembro eu explico.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: